Respostas sociais abrangem três centenas

As refeições da cantina social serão confecionadas na “gigan
04 de Junho de 2014 a 10 de Agosto de 2013

O dia-a-dia da AMITEI é bastante mais preenchido do que as atividades que a estrutura residencial exigem.Centro de dia, serviço de apoio ao domicílio, cantina social, componente de apoio à família e atividades de tempos livres completam o leque de serviços que a IPSS (Instituição Particular de Solidariedade Social)pretende desenvolver no prazo máximo de três meses.Quando iniciou funções, a AMITEI arrancou com um Centro de Tempos Livres com três dezenas de crianças entre os 5 e os 12 anos. Ao longo do tempo, manteve essas funções,com capacidade para 30 crianças em Pinheiros, a que juntou a resposta social de componente de apoio à família(CAF) em seis locais: Gândara,Bairro, Outeiros, Marinheiros, Pinheiros e Janardo, para mais de 170 crianças, numa parceria com a junta de freguesia e a câmara municipal.Com capacidade para seis respostas sociais, o lar deu um destaque maior à instituição, a que se juntam o centro de dia e apoio domiciliário,o que representou também uma viragem nos objetivos da instituição.Fernando Vendeirinho acredita que o centro de dia e o serviço de apoio ao domicílio deverão estar a funcionar em pleno em março. O centro de dia irá acolher 40 utentes,prestando-lhes um conjunto de cuidados que contribuem para a manutenção das pessoas de terceira idade no seu ambiente sócio –familiar. Aí irão desenvolver atividades de pintura,teatro, música, trabalhos de artesanato ou pequenas atividades que lhes permitam uma integração na sociedade o mais abrangente possível.Para completar as respostas sociais, AMITEI vai integrar a Convenção da Rede Solidária de Cantinas Sociais do Programa de Emergência Alimentar, confecionando 80 refeições diárias para 40 famílias carenciadas.
Esta valência será realizada na íntegra no edifício da estrutura residencial, com confeção e disponibilização de refeições para consumo no domicílio ou em espaços próprios. A instituição aguarda luz verde do Governo para a assinatura do protocolo e arrancar com o serviço de cantina social.